Perigo na Terra do Nunca – parte 4

E a aventura continua . . .
Um abraço.
Léo, o devorador de livros.

PARTE 4

Jake estava muito excitado por estar na Terra do Nunca, lugar onde aconteceu tanta aventura. Era como ele tinha lido no livro, havia uma floresta imensa, com animais silvestres cruzando o caminho o tempo todo, também podia escutar o som das águas, rios e cachoeiras que chegavam ao lago das sereias. parecia um mundo encantado.
De repente eles avistaram uma árvore. Jake sabia que conhecia aquele lugar, mas precisava se aproximar mais para ter certeza. Era uma árvore grande, com muitos galhos fortes e neles havia redes penduradas. Jake lembrou de procurar a entrada. Ele lembrava que no livro havia um botão que acionava um escorregador que servia de entrada.
– Achei! É aqui! Essa é a casa dos Meninos Perdidos. Tenho certeza! – Gritou entusiasmado Jake.
– Será que a Sininho está aí dentro com eles? – Perguntou Izzy, já apertando o botão.
De repente desceu um escorregador e os dois entraram dentro da árvore. Porém, a surpresa foi grande. Era um espaço enorme, com camas, redes, uma mesa, roupas jogadas por todos os lados, uma bagunça geral. Procuraram por todos os cantos, mas não havia ninguém, nem sinal dos meninos. Jake perguntou:
– O que será que está acontecendo nessa ilha? Desde que chegamos parece que está tudo vazio, é como se todos tivessem desaparecido.
– Deve haver alguma pista, ninguém desaparece sem deixar rastro. Vamos procurar?
Assim, eles reviraram aquela casa que já era uma bagunça. Imagina como ficou depois da busca. Mas não encontraram nada. De repente ouviram um barulho.
– Esta chegando alguém, vamos nos esconder. – sussurrou Jake.
Se esconderam atrás de uma das camas e esperaram. Alguém entrou sorrateiramente como se também procurasse alguma coisa. Demorou alguns instantes e uma voz ameaçou:
– Ok! Saiam daí agora que eu quero ver quem fez esta bagunça.
Curiosos sobre quem poderia ser aquela voz, resolveram espiar.
– É você Peter Pan! – gritou Jake saindo imediatamente de trás do móvel onde se escondia. – Eu sempre quis te conhecer.
– Quem são vocês e de onde vieram? – perguntou o menino vestido de verde com sua pequena espada em punho.
– Meu nome é Izzy e quero saber onde está a fada Sininho.
– Eu sou o Jake e vim de Marte só para conhecer você e sua ilha. Eu quero morar aqui na Terra do Nunca.
Peter Pan ainda duvidava do que os dois falavam, mas guardou a espada. Se aproximou e começou a contar o que estava acontecendo por ali. Jake e Izzy ouviam atentamente, pois queriam saber onde estavam os moradores da ilha.
Peter pan contou que o capitão Gancho havia levado todos para o seu navio Jolly Roger. Ele queria atrair Peter Pan para lá e conseguir finalmente a sua vingança tão esperada. Gancho descobriu um grande segredo que fazia parte da magia da Terra do Nunca: se a ilha ficasse inabitada por 24 horas ela desapareceria por completo, como s nunca tivesse existido. Sabendo disso, Gancho planejou sequestrar todos e mantê-los no navio que ficava em alto mar, longe da ilha. Quando ouviram a história jake e Izzy resolveram imediatamente ajudar Peter a salvar a ilha libertando todos.
Mas como fariam isso? Gancho era muito esperto e astuto.
Jake teve uma ideia:
– Gancho não sabe que nós estamos aqui. Podemos aproveitar esta vantagem como fator surpresa.
– Enquanto eu distraio ele chamando para um duelo, vocês libertam a Sininho e com a ajuda dela podem resgatar os outros. Não se esqueçam que temos só até o nascer do sol para fazer isso, caso contrário a ilha desaparecerá para sempre. – disse Peter Pan.
– Sininho? Eu quero salvá-la. Deixa comigo. – disse animada Izzy.
– Estou procurando algo que tenho guardado pra usar na hora certa. Com isso, poderemos enganar o Gancho. O problema é que não estou encontrando no meio desta bagunça. – disse Peter Pan enfiado até o pescoço numa montoeira de objetos e roupas dos meninos perdidos. Tinha de tudo: lenço de cowboy, arcos e flechas, capas, roupas usadas, gorros de todos os tipos, brinquedos, resto de sanduíches de alguns meses atrás (eca!), meias sujas fedorentas, pedaços de tendas e barracas, disfarces variados, roupas indígenas… Peter encontrou de tudo, menos o relógio que queria. Então gritou:
– Silêncio! Estou ouvindo um barulho.
Ninguém entendeu e fecharam a matraca.
– Tic-tac… tic-tac… tic-tac…
Claro, todos conheciam aquele som que deixava o Gancho enlouquecido. Mas de onde estava vindo? Peter já tinha revirado tudo quando aproximou o ouvido do armário. Sim, estava lá atrás. Bastou afastar o móvel da parede e pegar o precioso objeto que faria parte do plano.
– Achei! Vou enganar aquele bacalhau! Agora vamos, temos muito a fazer!
Os três amigos foram andando cautelosamente até avistarem o Jolly Roger ancorado longe da praia. Era um lindo dia de sol, estava muito quente. A ilha estava muito silenciosa desde que gancho tinha levado todos.
Peter, Jake e Izzy precisavam pensar num jeito de chegar até o navio sem serem vistos.
Peter colocou a mão no bolso e tirou um punhado de pó mágico:
– Estava guardando por precaução, para o caso de precisar. Agora é a hora de usar. Eu preciso da ajuda de vocês lá no navio.
Não dava para esconder o sorriso de alegria de Jake e Izzy. Eles estavam determinados para vencer aquela batalha. mas o que eles não imaginavam é que havia vários marujos do Capitão gancho em botes cercando o navio. Ao ver isso, Peter sugeriu:
– Terei que distrai-los. Vocês usem o pós mágico para voar até o navio e tentem encontrar a Sininho. Ela deve saber onde o Gancho prendeu os habitantes da ilha.
– Pode deixar com a gente, Peter! – disse Jake bem animado.

CONTINUA NA PRÓXIMA TERÇA FEIRA.

Um comentário em “Perigo na Terra do Nunca – parte 4

  1. LEO , CAPITÃO GANCHO é esperto mesmo ! Levar os HABITANTES DA ILHA para o NAVIO para que ela desapareça do MAPA foi uma boa idéia , mas acredito que não vai dar certo porque PETER PAN , JAKE E IZZY estão em ação , certo ? Vamos ver o que acontece no próximo CAPÍTULO . BEIJO

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s